Empatia: entenda os desafios da dentro da sociedade atual

Gestão de pessoas

O que é a empatia e quais seus desafios dentro da sociedade em que vivemos? Nos dias atuais, o mundo tem nos colocado em situações que colocam à prova nossas atitudes perante a sociedade e a circunstâncias que vivemos. A empatia nada mais é do que a solidariedade que você vai prestar ao próximo perante situações corriqueiras da vida, o olhar que você terá ao próximo.

A questão que está sendo posta neste artigo é expor todos os desafios da empatia e as melhores formas de exercer isso dentro da sociedade em que vivemos. No mundo de hoje, a empatia é, sem dúvidas, uma característica difícil de se encontrar em todos, o olhar ao próximo, a solidariedade e a gentileza. Todas essas qualidades juntas são o significado de como pensar no outro e exercer a empatia.

O que é a empatia?

Para entendermos como ultrapassar os desafios de exercer a empatia é necessário primeiro entender o que é exatamente a empatia. Tal sentimento está diretamente ligado ao altruísmo e à capacidade de ajudar o próximo, portanto, se refere ao comportamento perante o outro em sociedade. Não se engane, a empatia se divide em três tipos: a empatia cognitiva, a empatia afetiva e a empatia reguladora de emoções.

Confira agora todos os componentes da empatia.

Empatia cognitiva

O componente cognitivo refere-se à capacidade de ponderar sobre os estados mentais de outras pessoas.

Empatia afetiva

O componente afetivo baseia-se em compartilhar e compreender os estados emocionais de outros.

Empatia reguladora de emoções

A regulação das emoções refere-se ao grau das respostas empáticas que você dará ao próximo.

Portanto, observa-se que exercer a empatia é cuidar do outro de maneira que sua forma de agir e de falar com outras pessoas importam, além de se atentar ao que o outro sente. Respeitando os pensamentos alheios e procurando entendê-los de forma acolhedora e afetuosa, você estará, com certeza, exercendo a empatia.

Baixe Gratuito e-Book 5 Pilares do Sucesso

É importante entendermos quais os desafios que enfrentamos dentro da sociedade para conseguirmos exercer a empatia. Logo, continue lendo nosso artigo para conferir nossas dicas de como ser uma pessoa empática mesmo com os obstáculos.

Ser empático na sociedade em que vivemos não é tão simples: entenda como construir tal sentimento

A empatia é um exercício complexo de tentar enxergar o mundo do ponto de vista do outro. Se trata de tentar obter sensações e imaginar o mundo de uma forma que não só a sua. A partir disso observamos qual o desafio desse exercício que deveria ser diário.

A conexão a partir da troca de olhar

Segundo estudos, a troca de olhares ativam uma parte do cérebro onde é processado sensações e suas emoções são despertadas. Logo, o olhar a alguém é fundamental para despertar de forma verdadeira o sentimento de empatia. Baseado nessa criação de conexão nos torna disponíveis para entendermos outros pontos de vista e vivências.

Uma vez que aprende a ver o mundo com o olhar do outro, para sempre empático

A conexão que criamos com o próximo e o sentimento empático que tentamos estabelecer pelo outro, nos torna mais leves. Nos torna mais assertivos, mais alegres e mais capazes de fazer negociações bem sucedidas. O poder da empatia é um desafio que deve ser colocado em prática, o que nos torna pessoas melhores de forma definitiva. Uma vez que você entende como ser uma pessoa empática, esse sentimento faz parte de você, dentro de suas características.

Não deve ser mecânica

O instinto de sobrevivência está em todos nós, portanto, tendemos a pensar em nossos próprios interesses e necessidades antes de pensar no mundo e na sociedade. Quando nos permitimos visualizar a realidade de outras pessoas e outros pontos de vista, nos tornamos pessoas melhores. Esse exercício precisa ser feito diariamente para que uma hora você perceba que deve ser algo o mais natural possível, logo o mais altruísta possível. É possível ver as coisas como aquilo que faz sentido para você e aquilo que faz sentido para o outro e que isso vai estar tudo bem. Nem tudo deve ser visto apenas como certo e errado, ter esse entendimento já é um grande passo para a empatia.

Entenda que cada um pode ter sua opinião, entenda que sua opinião pode ser oposta à do outro e seja capaz de deliberar sobre a visão do outro, sendo uma pessoa simpática. Porém, tente ver o mundo com o olhar do outro para tentar entender o motivo para o outro ter uma opinião oposta à sua e seja uma pessoa empática.

Ver as coisas através dos olhos do outro não é algo fácil, mas é possível.

Se gostou do nosso artigo e das dicas que te demos para ser uma pessoa melhor perante a sociedade, continue nos acompanhando e obtenha mais informações interessantes como essas.

E não se esqueça, a empatia pode ser difícil de ser alcançada, mas se esforce para obtê-la, pois depois que se conhece esse sentimento, você se torna alguém muito melhor para si mesmo e para os outros.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

EPI e EPC: dicas para proteção e segurança dos trabalhadores
Saúde mental e qualidade de vida: como gerar um ambiente de trabalho saudável?