Plano de carreira: por que a avaliação de desempenho ajuda a estruturá-lo?

Gestão de pessoas

A transformação profissional promovida pela tecnologia torna ainda mais importante a elaboração de um bom plano de carreira. Isso porque, o sucesso é a consequência de passos bem executados e planejados ao longo da vida.

Pensando nisso, este artigo vai abordar dicas para construir um plano de carreira com ajuda da avaliação de desempenho e qual a importância dessa métrica para vida profissional. Continue a leitura!

O que é plano de carreira?

O plano de carreira consiste em um guia de desenvolvimento profissional, com metas e objetivos a serem alcançados por determinada pessoa.

Um bom plano de carreira também mostra quais passos devem ser dados para que os objetivos sejam realizados.

Normalmente, as pessoas costumam pensar em planos de carreira pessoais, como aprender novos idiomas, competências e habilidades.

Porém, ao ingressar em uma empresa, o colaborador também se depara com o plano de carreira corporativo, que consiste em mostrar quais são as possibilidades para explorar dentro da companhia.

Assim, descrição de cargos, hierarquia, competências, habilidades e até tempo de empresa estão previstos no plano de carreira empresarial.

No que consiste avaliação de desempenho?

A avaliação de desempenho é uma métrica da área de gestão de pessoas que tem como objetivo analisar o desempenho individual e coletivo dos funcionários de uma organização.

Realizada por profissionais de recursos humanos, a avaliação de desempenho contribui para analisar o nível de performance profissional e orientar a condução do colaborador dentro da empresa a partir de determinados indicadores observados na avaliação.

Hoje, a avaliação de desempenho está voltada à análise de soft skills e hard skills, que consiste no conjunto de habilidades comportamentais e técnicas do colaborador.

Dessa forma, comprometimento, liderança, iniciativa, comunicação interpessoal, sociabilidade, criatividade, capacidade analítica, habilidade para resolução de problemas e conhecimento técnico específico estão entre fatores observados na avaliação de desempenho.

Hoje, há diferentes maneiras de promover uma avaliação de desempenho, como a matriz 9 box, avaliação de desempenho 180° e 360°, por competência, objetivos, através de escala ou pela análise do líder do time.

A escolha por um ou outro método de avaliação de desempenho depende dos objetivos da empresa e qual a melhor abordagem para os funcionários e a coletividade.

Qual a relação entre plano de carreira e avaliação de desempenho?

Se o plano de carreira orienta o colaborador dentro na vida pessoal e dentro da empresa, especialmente no que diz respeito ao que é necessário para ocupar cada cargo ou função, a avaliação de desempenho pode assumir papel fundamental.

Isso porque, dentro de uma cultura profissional baseada em dados, a avaliação de desempenho pode fornecer insights importantes sobre a motivação profissional, promoções e desligamentos. Desse modo, a gestão empresarial se torna mais consistente e assertiva.

Afinal, se para assumir uma posição sênior é preciso ter um conjunto de habilidades técnicas e comportamentais, o RH deve ser capaz de analisar o desenvolvimento do funcionário na direção dos requisitos básicos exigidos para a função.

Dicas para estruturar o plano de carreira com ajuda da avaliação de desempenho

Agora que você já sabe o que é plano de carreira e avaliação de desempenho, é hora de conhecer algumas dicas para orientar sua vida profissional de modo mais assertivo.

O primeiro passo deve ser decidir qual cargo você pretende alcançar. Em seguida, deve ser feita uma análise de quais são as suas habilidades atuais e o que necessita de aprimoramento ou de novos conhecimentos.

Em seguida, é possível fazer uso da opinião de outras pessoas, como colegas, líderes e até mesmo clientes, para entender o que eles esperam. Essa abordagem fornece uma visão mais ampla de suas habilidades e de como as pessoas te enxergam.

Definir objetivos para períodos determinados de tempo e buscar sistemas de feedbacks contínuos também contribuem para construir a base de avaliação e os dados necessários para alcançar promoções, aumentos e novos cargos.

Conclusão

Levar em consideração a avaliação de desempenho no plano de carreira certamente vai fazer a diferença em sua empresa e pode contribuir para reduzir o índice de turnover (rotatividade de pessoal), assim como aumentar a eficiência e produção de resultados.

Para isso, é preciso construir uma equipe engajada, motivada com o poder de entender quais são as ações necessárias para produzir resultados e conquistar metas.

Esse é o principal objetivo de Raphael Lima, comunicador que leva motivação profissional para empresas a partir de palestras de alto impacto, com uso da mágica como instrumento para transmitir e fixar as mensagens de motivação e resolução de problemas.

Você pode entrar em contato através do nosso e-mail comercial@oraphaellima.com.br, do nosso Instagram ou pelo telefone +55 (43) 3344-0690.

Em nosso blog você confere as principais atualizações sobre motivação, segurança do trabalho e saúde.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Aprendizagem colaborativa: o que é, exemplos e como implementar?
Talento pessoal: dicas para melhorar sua atratividade no mercado de trabalho